[ ARTIGOS ] 

 Internet-2 



  Fonte: RNP - http://www.rnp.br 

       O desenvolvimento mundial das redes de alto desempenho 

        Observa-se no cenário mundial uma crescente aproximação de grupos de pesquisa, 
        empresas, operadoras de serviços de telecomunicações e fabricantes de 
        equipamentos de telecomunicações e de informática. Esses grupos buscam definir 
        uma arquitetura padronizada, baseada em tecnologias de sistemas computacionais 
        distribuídos, que permita a introdução rápida e flexível de novos serviços sobre a 
        infra-estrutura de telecomunicações, incluindo facilidades para o gerenciamento 
        integrado tanto dos serviços como da própria infra-estrutura de redes. 

        Como resultado desses movimentos prevê-se que no futuro próximo os serviços de 
        telecomunicações deverão assegurar Qualidade de Serviço (QoS) baseada em 
        Contratos de Níveis de Serviço. Tanto a confiabilidade quanto a disponibilidade de 
        tais serviços, oferecidos sobre uma infra-estrutura comum de redes de banda larga, 
        deverão ser suficientemente altas para garantir o nível de desempenho estabelecido 
        nos diversos níveis de serviço contratados. 

        A comunidade acadêmica mundial, percebendo a necessidade de retomar a 
        liderança das pesquisas tecnológicas na área, vem desenvolvendo tecnologias de 
        última geração, com ênfase nas aplicações avançadas com características interativas 
        e uso de tecnologias multimídia e de tempo real . 

        Os projetos Internet 2, nos Estados Unidos, e TEN-34, na Europa, são exemplos 
        dessa iniciativa do meio acadêmico. Inicialmente restritos a este setor, esses projetos 
        vêm sendo apoiados e subsidiados por empresas e governos em diversos países. A 
        formação destes consórcios visa o desenvolvimento de ferramentas e aplicações 
        para redes eletrônicas de alto desempenho. O objetivo final dessas iniciativas não é 
        somente o desenvolvimento de pesquisas exclusivamente voltadas para a área 
        acadêmica, mas também a transferência, ao setor comercial, das tecnologias 
        desenvolvidas e testadas ao longo da execução dos projetos. 
 
 

        O apoio ao desenvolvimento de redes no Brasil 

        O Ministério de Ciência e Tecnologia - MCT mantém diversos projetos e iniciativas 
        cujas propostas e atividades visam a consolidação da sociedade da informação no 
        Brasil. 

        O Programa de Desenvolvimento Estratégico em Informática no Brasil (DESI-BR), 
        idealizado pelo Governo Federal para o desenvolvimento das tecnologias do setor 
        no país, apóia programas prioritários como o  ProTeM-CC, o Softex 2000 e a 
        Rede Nacional de Pesquisa (RNP) no âmbito do CNPq. 

        O principal objetivo do ProTeM, Programa Temático Multi-institucional em Ciência 
        da Computação, é contribuir para a melhoria da pesquisa e formação de pessoal 
        qualificado em Ciência da Computação, bem como promover a interação de grupos 
        de pesquisa – e destes com o setor industrial – através da realização de projetos 
        temáticos multi-institucionais em torno de temas/problemas nacionais. 

        O programa Softex tem como meta transformar o Brasil em um centro de excelência 
        na produção e exportação de software. Seus objetivos permanentes consistem em 
        situar o Brasil entre os cinco maiores produtores e exportadores de software e 
        consolidar a imagem do Brasil como produtor e exportador, seguindo padrões 
        internacionais de qualidade e produtividade. 

        A Rede Nacional de Pesquisa (RNP) opera desde 1991 um backbone Internet que 
        tem se modernizado de acordo com a demanda de seus usuários e, em particular, da 
        comunidade acadêmica. Estando atualmente em sua fase II, a espinha-dorsal 
        (backbone) da RNP possui como principais características a abrangência nacional e 
        a velocidade adequada à utilização de aplicações do tipo Web. Em consonância 
        com a tendência mundial das redes acadêmicas, planeja-se uma nova fase de 
        expansões para este backbone, com a contratação de infra-estrutura de 
        telecomunicações de banda larga e a disponibilidade de serviços que atendam a 
        demanda das aplicações interativas em desenvolvimento. Rumo a este objetivo, a 
        RNP está implantando de imediato diversos projetos tais como: o estabelecimento 
        de uma hierarquia de caches para Web ou proxies no backbone nacional, a 
        implantação de conexões assimétricas de alta velocidade via satélite com os Estados 
        Unidos para interconexão à Internet2 através da vBNS, e a consolidação de um 
        Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança. 

        Outro Programa do Ministério de Ciência e Tecnologia que apóia o 
        desenvolvimento do setor de informática no país é o Sistema Nacional de 
        Processamento de Alto Desempenho (SINAPAD). Com o apoio da FINEP 
        (Financiadora de Estudos e Projetos), o SINAPAD consiste de uma rede de 
        extensão nacional para a prestação de serviços de computação distribuída. Através 
        dele são disponibilizados, a todos os setores interessados, uma infra-estrutura de 
        recursos computacionais moderna e distribuída (hardware, software, pessoal e 
        instalações) integrada com telecomunicações. Provendo apoio ao desenvolvimento 
        científico e tecnológico no País, o SINAPAD tem sua ênfase em Processamento de 
        Alto Desempenho (PAD). 

        A união entre o processamento de alto desempenho com as redes eletrônicas de alta 
        velocidade estão viabilizando um conjunto de tecnologias e produtos de hardware e 
        software que, combinados, tornam possíveis novas aplicações computacionais com 
        desempenho crescente a custos progressivamente menores. O acesso remoto a 
        sistemas de processamento de alto desempenho através de redes como a Internet 
        permite a utilização econômica destes recursos computacionais para a solução de 
        problemas cada vez mais complexos e de naturezas diversas, a exemplo da 
        visualização de imagens em 3 dimensões de modelos matemáticos complexos (ex.: 
        previsão meteorológica, desenho industrial, estruturas moleculares, etc.). 
 
 

        O Projeto de Redes Metropolitanas de Alta Velocidade 

        Após um levantamento da atual infra-estrutura de telecomunicações no país, 
        verificou-se não ser possível efetuar, a curto prazo, todas as expansões no 
        backbone da RNP necessárias para implantação dos serviços de alto desempenho 
        em rede, segundo as novas tendências mundiais. Entretanto, constatou-se em 
        diversas áreas metropolitanas de vários estados do país, a existência de 
        infra-estrutura adequada (fibra óptica, enlaces de rádio, TV a cabo, etc.) para a 
        implantação e o desenvolvimento das tecnologias de redes eletrônicas de alto 
        desempenho. 

        Assim, com base na situação atual e na perspectiva de, a médio prazo, estar 
        disponível no país a infra-estrutura de telecomunicações de alta velocidade 
        interligando os estados, RNP e ProTeM desencadearam uma ação conjunta para 
        estimular a implantação de redes metropolitanas de alto desempenho. O Edital 
        “Projetos de Redes Metropolitanas de Alta Velocidade”, lançado recentemente, 
        busca aliar a experiência e o sucesso do ProTeM, com seu modelo de participação 
        multi-institucional e parceria com o setor industrial, com a demanda de operação, 
        gerenciamento, implantação de novos serviços e aplicações de alto desempenho em 
        redes eletrônicas definidas pela RNP. Os objetivos propostos neste edital de 
        parceria, quanto ao desenvolvimento de tecnologias de Rede de Alto Desempenho 
        no país, são: 

            promover a implantação das tecnologias adequadas à nova geração de 
            serviços e aplicações da Internet, ainda que em ambientes limitados;  
            capacitar pessoal técnico de universidades e centros de pesquisa para operar 
            e utilizar a nova geração de ferramentas e aplicações da Internet; 
            prover universidades, centros de pesquisa e empresas com infra-estrutura 
            (equipamentos e software) necessária ao desenvolvimento de aplicações que 
            demandem o uso intensivo e interativo de redes eletrônicas locais e de longa 
            distância; 
            estabelecer as condições para administração e operação de um backbone 
            nacional de alta velocidade. 

        O edital pode ser obtido através da Internet na URL: 

        http://www.cnpq.br/dpe/protem/ed-rnp.htm 

        As propostas aprovadas e o resultado final estão dispostos em: 

        http://www.protem.cnpq.br/rnp-result/ 

        No final desta iniciativa, cuja duração prevista é de 24 meses, espera-se que haja 
        um número razoável de instituições de ensino e pesquisa operando redes de alto 
        desempenho em nível metropolitano, bem como fazendo uso corrente de vários tipos 
        de aplicações interativas (ex.: vídeo conferência, diagnóstico médico remoto, acesso 
        a bibliotecas e museus virtuais, ensino à distância, etc.) com tecnologias multimídia. 

        A fase seguinte deverá promover a integração, em nível nacional, das diversas redes 
        metropolitanas de alto desempenho, formando assim o primeiro estágio do 
        backbone nacional de alto desempenho. A capacitação de recursos humanos e o 
        emprego de equipamentos de redes de alta velocidade nos pontos de presença da 
        RNP, em cada uma das áreas metropolitanas, dará origem a implantação de 
        unidades de comutação de tráfego de redes definidas como GigaPoPs na Internet2. 

        Neste mesmo momento, planeja-se disponibilizar conexões de alta velocidade para 
        a Internet2, nos Estados Unidos, permitindo que as instituições de ensino e pesquisa 
        do Brasil passem a integrar aquela iniciativa, formando parcerias com universidades 
        americanas para o desenvolvimento de novas aplicações. 


<=

http://www.absoluta.org      ---oOo---      verdade@absoluta.org

Copyright © 1998 - 1999  Verdade @bsoluta